terça-feira, 15 de julho de 2008

"Um brinde aos encontros da vida!"

E os olhos encontraram os olhos,
E os abraços se encontraram,
E os lábios se uniram,
E os dias nem foram contados,
Outro reencontro esperado...

Almejado, sonhado, procurado e encontrado...

E se deram as mãos,
as almas se entrelaçaram ainda mais,
"Quanto mais te amo, mais te amo..."
E os copos brindaram, mais de uma vez
o mesmo brinde...
E as almas se abraçaram... se encontraram...
Muitas conversas, muitas palavras,
Umas faladas, umas... ditas com a alma...
Muitos lugares, muitos Encontros, sorrisos, quebra de rotina,
os amigos, nós, a noite, o dia e, é claro
o frio... e a felicidade

E aquilo que parecia grande,
Deixei passar, o paradoxo do controle caiu,
e eu, estive lá,
e eles também
e você também...
Nós.

Lua risonha veio para nos presentar...
Noite sem nuvens, geladas,
noite de palavras quentes,
De conversas intensas,
Das coisas intensas,
E como nos contos de pessoas,
perfeito, por não ser ideal,
mas por ser real...

Mas, ainda que as angustias viessem a tona,
Elas passavam, porque
"a Felicidade não compete, só ganha",
E as amizades se fizeram presentes,
E os laços da alma, de todos nós, se fortaleceram

E depois de tudo isso,
Dos dias incontados,
Dos passeios,
Das pensamentos iguais
aqueles que demoramos a dizer,
Dos tatos e contatos,
Das graças,
Dos risos e sorrisos,
Das lagrimas,
Dos encontros
Retomamos nossos rumos...

E a saudade escorreu pela face em forma de gota,
E a felicidade escorreu pela face em forma de gota,
E o coração não coube no corpo,
E as palavras choveram na noite fria,
aquecendo o ambiente e as almas,

Despedidas são sempre complicadas...
Mas os laços da alma, comigo e com todos
não serão rompidos pelas distancias,
Somos maiores do que isso...

Vai com um pedaço de mim
Fica aqui um pedaço de ti...



Nunca um inverno tão frio...
Nunca um inverno tão quente...

.

Um comentário:

Mau & Ana disse...

Um brinde a nós!
A nós todos e aos nós todos
E aos laços...
À nossa felicidade que já não cabe no corpo, que já expande a alma!
Um brinde ao amor que transborda!