terça-feira, 27 de outubro de 2009

De Potência!

Sabe aquela velha conversa de que o equilibrio é uma boa?
Acho que to começando a acreditar um tanto nisso. É engraçado, porque até o equilibrio é relativo, somos mais ou menos equilibrados em diferentes aspectos do nosso ser.
Penso que sou radical, e por conta disso, desequilibrado, em muitos dos meus aspectos, em parte, eu gosto muito disso, e até me dou bem, em outros to tendo um "trampo" pra poder ajeitar.
Estive a pensar, muitas vezes, sobre a separação da razão e da emoção, que me incomodam, e pensando sobre a razão, sempre tenho a idéia de - Potência! Assim mesmo , com "P" maiusculo e exclamaçao no final.
A razão é para mim força criativa - em uma concepção muito ampla!
Quando me permito racionalizar o que sinto, as idéias sempre vem, é assim com o RPG, é assim quando vou escolher o presente de um amigo, ou escrever uma carta, é assim quando penso sobre Educação, é assim, inclusive, quando estou aqui, a escrever estes disparates curiosos!
E eu descobri ou estou descobrindo, que a razão regula também, e não é porque tem seus aspectos de restrição que é ruim, ainda que por um lado (esquerdo) eu fique tentado a pensar assim, eu reconheço que certos limites precisam existir, limites de pessoas ,espaços e tempos, porque se não houver , como lidar com os vários aspectos que temos? Como lidar com os vários mundos que perpassam o nosso? Como não invadir os espaços daqueles que gostamos?
Enfim, essas questões fazem da razão que regula, tão "de Potencia" quanto sua outra face, afinal de contas, permite nossa expressão mais sincera, que sabe ponderar limites e criar com espontaneidade!

Reflexões que estavam aqui dentro e queria compartilhar.


Obrigado.


.

Um comentário:

Olga disse...

Oi Thi! Olha só, eu to comentando antes de ler o texto, hehe. Mas é que eu li a primeira frase e me lembrei de uma coisa que eu fiquei pensando sobre esse lance de equilíbrio depois de uma conversa que tive com o Chicco.

Bom... Equilíbrio é permanecer no meio entre dois extremos, de maneira que vc não chegue a nenhum dos dois ou é fazer um pouquinho de cada extremo (tipo média aritmética), ou não é nennum nem outro?

Eu não consigo escrever quando me sinto 'equilibrada, preciso estar com alguma parte de mim mais aflorada que as outras. Afinal, o que é equilíbrio? Isso é bom? Pq as pessoas prezam tanto ele?